A entrega

As ruas brilham mais do que naquela semana anterior. As luzes parecem explodir,  como na criação de uma galáxia. São novos tempos, e você precisava desse (bom) susto). Sentir-se um pouco mais que um ponto mezzo branco, mezzo escuro no meio de bilhões… e você se entrega, o coração grita: “socorro, estou a deriva, mais uma vez”. Foda-se, faz parte. A sorte é que ele consegue flutuar, para qualquer adversidade. As bóias darão conta. Afinal, Stone made, não? Espero. Entregue. Errado. Sempre, fazer o que?

if only to prevent my heart from beating for you, this new season brings with it sings of hope  – alex is on fire

2 comentários sobre “A entrega

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s