Top 5 – Filmes bons sobre a ruim vida de um futuro militar

A Força do Destino (“An Officer and a Gentleman”, EUA – 1982)

‘Reassisti’ esse belo filme no novo canal da net TCM. Richard Gere (ainda nos tempos de sex symbol absurdo e, acho eu, sem as neuroses budistas) é um rebelde com causa que resolve se alistar em um programa para oficiais-aviadores da Marinha americana. Lá ele bate de frente com o sargento Foley (interpretado magistralmente por Louis Gosset Jr, que ganhou o Oscar por sua atuação). O final do filme é um clássico, sendo imitado, inclusive, em um episódio dos “Simpsons”. 

Anjos da Vida (“The Guardian”, EUA – 2006)

Custei a ter disposição e fôlego – com trocadilho – para ver esse filme. E, para minha alegria, é bastante agradável. Sim, o final é piegas e previsível. Mas o desenrolar da trama é interessante. Kevin Costner, que faz o tipo “oficial-linha-dura-que-vai-dar-uma-lição-no-cadete-espertão”, está bem em seu papel, assim como Ashton Kutscher que, quando quer, faz bons filmes off-comédia (além desse, “efeito borboleta” é outro exemplo). A história lembra um pouco a de “A Força do Destino”, mas, como disse, com um desfecho menos impactante e não tão clássico como a película de Gere. 

Nascido para matar (“Full Metal Jacket”, EUA – 1987)

Um dos melhores filmes de guerra de todos os tempos. E isso sem que a maior parte da ação ocorra necessariamente em um campo de batalha no meio de uma selva ou deserto. Mérito do mestre Stanley Kubrick que conta a história de recrutas que se preparam em um campo de treinamentos antes de serem enviados ao Vietnã. O sargentão porra louca e fanático da vez é um personagem clássico (vivido por R. Lee Ermey) que deixa os recrutas malucos… um, no entanto, não agüenta o tranco e despiroca. E isso é só o primeiro ato do filme… Vocês entenderam, seus vermes!!!

– Qual sua altura seu verme?

– 1,75m, senhor!

– Não sabia que empilhavam merda tão alto  

Metido em encrencas (“Biloxi Blues”, EUA – 1988)

Clássico das locadoras no final dos anos 80 e com um dos ídolos dessa década no papel principal: Mathew Broderick. A sinopse é a seguinte: em 1945, Eugene Jerome (Broderick) vai para uma base militar de treinamento sob a ameaça de ser convocado para a 2ª Guerra Mundial.  Lá, ele tenta acabar com a virgindade e, de quebra, tem que encarar um sargentão péla saco vivido pelo sempre perfeito Christopher Walken. O filme é uma adaptação de Mike Nichols (“Uma Secretária de Futuro” e “Closer”) de uma peça de Broadway que ficou décadas em cartaz.

Soldado anônimo (“Jarhead”, EUA – 2005)

Jamie Foxx vive o sargento linha dura da vez nesse filme que é uma boa crítica aos conflitos inventados pelo governo dos EUA. Jake Gyllenhaal (de “Donnie Darko”) é o pé preto da vez que sofre nas mãos do seu superior. Assim como em “Nascido para matar”, tem uma cena clássica de limpeza de banheiro… suja, nojenta, mas clássica!

Um comentário sobre “Top 5 – Filmes bons sobre a ruim vida de um futuro militar

  1. aquele bonitão que me deixou apaixonada por ele e pelo filme em ” a força do destino “, o lindo que até hoje ele é lindoooooooo Richard Gere. Por favor arrume o filme dublado pra mim, obrigado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s